Como escrevo no blog

Andréia M.Duarte.

Obs.: Desculpe-me se eu não for muito técnica ou cheia de normas ao escrever aqui, é que com o passar dos anos, descubro cada vez mais que a obra de Deus é simples de fazer, nós é que a complicamos, com tantas regras, liturgias etc..
Não que a Obra de Deus deve ser feita de forma desorganizada, mas quantos desistem principalmente no departamento infantil, porque se acham incapazes.
Muita organização, tabelas, burocracias no trabalho do Senhor atrapalha.Desorganização é algo que não pode haver no trabalho de Deus.
Uma coisa é ser desorganizada, outra é perder tempo com tanta coisa sem necessidade.
Ore e peça ao Senhor para te ajudar a achar o equilíbrio.
Faça tudo conforme as suas forças, sabendo que os que esperam no Senhor sempre as terão renovadas.

07/02/2012

Uma historia sobre bullying



Marcelo o menino sem noção
Andréia M. Duarte


Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. 1 João 4:11
 
Marcelo era um menino muito esperto e inteligente. Na escola tirava notas boas e aprendia tudo com muita facilidade. (Fig. 1)
Marcelo tinha muitos brinquedos e era considerado o fortão do colégio. Mas porque um menino com tantas qualidades como Marcelo ,não tinha muitos amigos? É porque Marcelo tinha um grande defeito que o tornava um menino muito ruim; Marcelo gostava de rir das pessoas. Não que elas faziam graça para ele rir, mas, ele sempre procurava um defeito nas pessoas e ria delas. Por exemplo: (Fig. 2) O Joaquim, segundo o Marcelo, tinha nariz de papagaio, o Luizinho tinha perna torta igual caranguejo, a Luiza tinha cabelo de palha de aço... E assim por diante.
Esta atitude de Marcelo trazia grande tristeza para as crianças que estudavam com ele. Muitas vezes aos  pais de Marcelo haviam sido chamados na escola por causa do comportamento do filho.
Um dia aconteceu um fato que marcou a vida de Marcelo, ele foi convidado para o aniversário do Luizinho. (Fig. 3) Foi uma grande surpresa. Marcelo nunca havia sido convidado para um aniversário de um colega, pois como ele sempre falava coisas ruins os colegas de classe não o convidavam, mas o Luizinho, perna de caranguejo, como dizia o Marcelo o convidou.
Marcelo pensou logo em fazer uma maldade com Luizinho perna de caranguejo, quem iria à festa de um menino como Luizinho? Pensou Marcelo. Ele teve a idéia de dar a Luizinho um caranguejo de presente, claro que com uma pitada de maldade. Pegou uma caixa e papelão e colocou o caranguejo dentro da caixa, mas furou um buraco na parte de cima da caixa. (Fig 4)

O objetivo de Marcelo era pedir a Luizinho que enfiasse a mão na caixa para pegar o presente e assim fazer com que o caranguejo pinçasse a mão de Luizinho no dia do seu aniversário. Pois quem mandou Luizinho nascer com pernas tortas iguais as do caranguejo?
Lá foi Marcelo para o aniversário de Luizinho. Quando chegou, Marcelo ficou de boca aberta, (Fig. 5)
Estava todos lá, Luiza cabelo de palha de aço, Uguinho dente de abrir lata, Aninha pintinhas de ferrugem e até o Joaquim nariz de papagaio, estava lá. Ele também notou uma diferença na festa, não era uma festa de aniversário comum. Tinha bolo, refrigerante, balões, mas todos estavam sentados em cadeiras ouvindo uma senhora falar.
 (fig. 6) Marcelo sentou-se em uma cadeira e começou a ouvir o que aquela mulher falava, ela estava falando sobre o amor e como devemos amar uns aos outros. Ela era a professora da Escola Dominical de Luizinho que havia sido convidada para contar uma história para as crianças.
A professora falou sobre respeito e disse que na Bíblia havia uma história muito triste de uns meninos que não respeitaram o profeta Elizeu e começaram a rir dele porque ele era careca. Riram tanto dele que isso fez com que Deus ficasse com muita raiva e castigasse aqueles meninos com a morte.
 Marcelo arregalou os olhos; E agora? Pensou ele, o que eu vou fazer com esse caranguejo?Será que vou morrer porque chamo o Luizinho de perna de caranguejo? E quando eu der o presente para ele? Ai, o que vou fazer?
A professora continuou dizendo que hoje em dia Deus não castiga com morte quem fica rindo das outras pessoas, mas existem algumas conseqüências para estas atitudes, uma delas é que uma criança que ri de todo mundo e que fica procurando defeito nos outros para rir deles, acaba ficando sem amigos verdadeiros, fica conhecida como uma pessoa cruel. Será que uma criança assim tem amigos de verdade? Será que todos gostariam de ficar e de brincar com uma criança assim?
Marcelo cada vez arregalava mais os olhos. A professora continuou falando:- Nós sempre devemos fazer com o outro aquilo que nós gostaríamos que fosse feito conosco, a Bíblia diz assim: Tudo que queremos que os outros nos façam, devemos fazer primeiro. Como você se sentiria se rissem de você?
Marcelo não viu à hora em que se colocou de pé e disse: - Eu iria chorar muito (fig. 7).
Todos riram de Marcelo, pois ninguém esperava ouvi-lo dizer isso. Marcelo correu ao encontro de Luizinho e disse:- Desculpe-me Luizinho eu sempre te chamei de perna de caranguejo por causa de suas perninhas tortas, e não só você, mais sempre procurei os defeitos das crianças para rir delas. Mas hoje eu aprendi que Deus fica muito triste com essa minha atitude e, além disso, todos ficam tristes, até você. Eu descobri que não tenho amigos de verdade por causa disso, se eu fizer uma festa de aniversário hoje , quem eu convidaria, se eu rio de todos ?Mas eu quero mudar isso.
Luizinho, a professora e todas as crianças que estavam ali, ficaram muito felizes coma atitude de Marcelo. E agora como Marcelo iria dar o presente para Luizinho se na verdade aquele presente era para machucar Luizinho e rir das perninhas dele?
(fig. 8) Marcelo então confessou para Luizinho o seu plano e porque tinha trago um caranguejo para dar-lhe de presente, mas estava arrependido. Luizinho abraçou o amigo e deu-lhe uma brilhante idéia. Vamos soltar o caranguejo no mangue perto da escola e fazer uma grande campanha pela preservação do mangue e pela preservação da amizade.
Marcelo achou maravilhosa a idéia, foram cantar parabéns, comer bolo e falar sobre a grande campanha da amizade.
Professor aproveite esta estória e fale sobre O bullying
Estudo sobre bullyng para o professor clique aqui


Nenhuma permissão é dada para a reprodução de postagens assinadas por mim  em sites, blogs, boletins on-line, através de e-mails, internet ou qualquer outra (em linha) uso.
Porém ficarei muito feliz da utilização das mesmas em sua igreja e departamento


Figuras da história .























Comentários

Não deixe de comentar , de colocar seu pedido de oração e de ler os comentários , pois neles estou colocando dicas e respodendo algumas dúvidas dos leitores do blog